sábado, 2 de janeiro de 2016

Trilhos seculares - Entre o Arado e a Rocalva, uma despedida de 2015


Foi um ano com bastantes caminhadas, a maior parte delas na Serra do Gerês, e como tal o desfecho de 2015 só poderia ter lugar nesta montanha.

Não foi um bom dia para se desfrutar das paisagens geresianas. As nuvens baixas e o nevoeiro tingiram em tons de cinza a paisagem invernal do Gerês. Assim, só quase no final tivemos um vislumbre dos grandes espaços, mesmo assim deitados em almofadas de lã corridas ao vento.

Iniciou-se o percurso no Arado. A paisagem era ela toda desenhada em cascatas, ora mais pequenas que caiam pelas bermas, ora maiores enchendo o ar com o som grave das grandes quedas. Passados o Miradouro do Arado, seguimos em direcção ao Curral de Gesteira e enveredamos costa acima até chegar a um velho estradão florestal que nos levou até ao início do carreiro para o Curral de Coriscada (Ermida). Aqui, o resto da paisagem que ia resistindo, ficou coberta com um manto cinzento que nos tapou a vista da Corga de Giesteira e da chegada ao sopé da Arrocela. Só com alguma dificuldade conseguimos ver o Curral de Arrocela, antes de enveredar para o vale que nos deu acesso ao Curral do Cando, lá mais adiante.


O frio foi uma constante ao longo do dia, mas por vezes notou-se um acentuado arrefecimento que nos levou a crer que a neve iria marcar presença. Infelizmente tal não aconteceu e a chuva tomou o seu lugar já depois da paragem para um café no Curral da Arrocela e à passagem do Curral de Videirinho. Aqui já estávamos no Trilho da Vezeira de Fafião e foi este percurso que utilizamos para passar pelo Curral de Pradolã e Pousada, até chegar ao desvio que nos levaria ao Curral de Pinhô. Por aqui, o azul do céu já se fazia notar e mesmo em Pradolã conseguimos ver um resquício dos Bicos Altos.

O regresso ao ponto de partida foi feito por parte do traçado do Trilho do Sobreiral da Ermida, entre a Tribela e o Arado passando pelo Curral dos Portos e Curral da Malhadoura.

Algumas fotografias do dia...















Fotografia © Rui C. Barbosa (Todos os direitos reservados)

1 comentário:

marga disse...

Fotos espectaculares.
¡Me fascinaron!

¡Un saludo y feliz año nuevo, Rui!