domingo, 30 de novembro de 2008

Queda de neve na Serra do Gerês

Caldas do Gerês, 30 de Novembro de 2008

A queda de neve tem sido intensa nos últimos dias na Serra do Gerês e está condicionado o trânsito para a Portela de Leonte pela estrada nacional a partir das Caldas do Gerês, apesar de haver sempre os heróis do costume que pensam saber mais do que quem lá coloca os sinais de trânsito proibido e continuam a ignorar o que lhes é dito... é sempre bom para os chapeiros, deveria-se era avisar as companhias de seguros da ignorância desses palermas...

As fotografias acima ilustram bem a quede de neve registada neste dia. As fotografias foram obtidas junto do Restaurante O Grilo.

Reforço os avisos de precaução, sensibilidade e bom senso na condução em estradas de montanha com condições adversas.

Se houver alguém que tenha conseguido chegar a Carris, este será um espaço aberto para as suas fotografias.

Fotografias: © Rui C. Barbosa

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Notas históricas (L)

Carris, anos 50

Quando por várias vezes converso acerca das Minas dos Carris com outras pessoas, estas não fazem ideia do tamanho que o complexo mineiro tinha nos anos 50 tanto a nível de dimensão física como de dimensão humana. Em Fevereiro de 1955 trabalhavam nas minas quase duas centenas de pessoas entre pessoal administrativo, mineiros e respectivas famílias em alguns casos. Por várias vezes me foi referido que o número de trabalhadores poderá ter atingido as 500 pessoas.

Não é fácil de imaginar aquele lugar com uma actividade frenética e o silêncio de hoje torna essa tarefa mais complicada. Em Fevereiro de 1955 as Minas dos Carris tornaram-se notícia quando devido a um forte nevão, as instalações ficaram isoladas obrigando à organização de uma expedição de socorro num cenário inimaginável em Portugal e que nos trás à memória as melhores aventuras de Hollywood. Os cenários de neve não são raros na Serra do Gerês e todos os anos a montanha mais bela de Portugal recebe um manto branco.

As imagens aqui reproduzidas não têm uma data definida, podendo no entanto apontar a década de 50. Mostram cenários de neve nos Carris numa época em que se parecia lutar por algo de valor...

Fotografias: © José Rodrigues de Sousa / Rui C. Barbosa

quinta-feira, 27 de novembro de 2008

Escuridão e Esperança...

Carris, 27 de Abril de 2007

Haverá esperança para as Minas dos Carris por entre a escuridão que as tem rodeado nos últimos anos?...

Fotografia: © Rui C. Barbosa

Choro da Humanidade...

Carris, 27 de Abril de 2008

Choro da Humanidade...

Fotografia: © Rui C. Barbosa

Galerias (IV)

Carris, 27 de Abril de 2008

Imagens obtidas durante a Iª Arqueoexpedição às Minas dos Carris que teve lugar ente 25 e 27 de Abril de 2008. Concessão do Salto do Lobo...

Fotografias: © Rui C. Barbosa

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Cores de Outono descendo o Vale do Alto Homem

Carris, 23 de Novembro de 2008

As cores de um Outono que marca de forma única o Parque Nacional da Peneda-Gerês. Adornado pelo entardecer, o Vale do Alto Homem...

Fotografias: © Rui C. Barbosa

terça-feira, 25 de novembro de 2008

domingo, 23 de novembro de 2008

Quotidiano (II)

Carris, 23 de Novembro de 2008

Um dia em Carris...

Fotografia: © José Moreira

125!

Carris, 23 de Novembro de 2008

Uma nova caminhada às Minas dos Carris, a penúltima em 2008.

Um dia fantástico, quase escolhido a dedo e que proporcionou uma excelente caminhada com a boa companhia do Zé Moreira e da Margarida.

Durante a subida não encontramos ninguém e pudemos constatar que, exceptuando um ou outro papel, o trilho para os Carris se manteve relativamente limpo desde a limpeza efectuada em Setembro passado. Nas casas também não vimos muito lixo, mas este começa já a aparecer nos locais habituais que servem de abrigo. Durante a descida cruzamos com dois grupos que subiam já tarde em direcção às minas e pelo caminho lá fomos notando, e recolhendo, os vestígios da sua passagem. Parece que há muita gente que acredita piamente que os papelinhos metalizados dos chocolates que atiram para o chão irão desaparecer como que por milagre ou então esperam mesmo que os parolos dos amantes da montanha os apanhem... Infelizmente há gente assim...

Ficam algumas das fotografias...

Fotografias: © Rui C. Barbosa

sábado, 22 de novembro de 2008

terça-feira, 18 de novembro de 2008

Depois das Águas Chocas

Carris, 27 de Janeiro de 2007

Esta imagem foi obtida pelo Adão Silva no dia em que me acompanhou na minha caminhada n.º 100 às Minas dos Carris. Uma caminhada memorável, daquelas que nunca se esquece...

A imagem mostra parte do caminho logo após a Ponte das Águas Chocas, uma zona de passagem difícil com neve e sempre muito gelo que complica a caminhada e o equilíbrio.

Fotografia: © Adão Silva

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Carris e o turismo aventura...

Carris, 26 de Outubro de 2008

Em conversa com alguém que foi surpreendido pelo facto de ser «proibido» fazer o trilho que liga a ponte sobre o Rio Homem e as Minas dos Carris, foi-me apontado um determinado comentário a um vídeo sobre tal caminhada disponível no YouTube. Este comentário referia somente o seguinte "proibido... coima até 2500 euros".

Não vou aqui lavrar sobre a proibição ou não... já gastei muitas teclas a escrever sobre isso e neste momento não me apetece dar porrada em ninguém... Porém, ao pesquisar um pouco mais sobre o assunto deparei-me com a seguinte realidade (que já era do meu conhecimento, mas que aqui assumo o papel de ignorante para dar mais ênfase a esta entrada no blogue). Sendo proibido caminhar até às Minas dos Carris, porque razão o pagamento de uma taxa ou serviço torna esta caminhada possível? Isto é, porque razão uma determinada empresa de turismo aventura (ou mesmo uma determinada associação como várias o apregoam) pode organizar uma caminhada até aos Carris? Será que o Parque Nacional disponibiliza um serviço de acompanhantes a essas pessoas? Ou será que o dinheiro que pagam (e a famigerada taxa) serve para preservar o caminho até ao alto da serra... (...) Será que um grupo de 50 pessoas que pagaram o serviço tem menos impacto no ambiente do que um grupo de 50 pessoas que não o pagam e que visitam a montanha pelo simples prazer de conviver na Natureza?

(...Voltando à escrita após 17 minutos de riso extremo)... Sinceramente não percebo esta situação. Nesta altura, e até alguém me provar o contrário, estou plenamente convencido que muitas das agressões que tenho visto nos Carris e na Serra do Gerês são feitas por empresas de turismo aventura na tentativa de proporcionar aos seus clientes o máximo de adrenalina ao fazerem um trilho sozinhos... Para não referir o caso 'Perdidos' de Fevereiro passado, lembro-me do mistério das 'Mariolas Azuis' e a recente sequela com o mistério das 'Mariolas Vermelhas' e das pinturas de amor nas ruínas dos Carris. As autoridades não fazem nada porque estão mais interessadas em perseguir quem preserva a Serra do Gerês e aguardam serenamente que alguém seja apanhado em flagrante delito para actuarem... esperemos deitados...

Fotografia: © Rui C. Barbosa

domingo, 16 de novembro de 2008

Notas históricas (XLIX)

Carris, 15 de Novembro de 1968

O ano de 1968 integra um período conturbado na história do complexo de mineiro dos Carris. Estando as minas praticamente desactivadas há já muitos anos, apenas sobre a vigilância de um guarda e com o comércio do volfrâmio estagnado, a empresa britânica Mason & Barry, uma das sócias da Sociedade Minas do Gerês Lda, é declarada falida pela Câmara de Falências de Lisboa a 22 de Abril de 1968. Isto é comunicado ao Banco de Fomento Nacional a 29 de Agosto e em 15 de Novembro é enviada ao Secretário de Estado da Industria um pedido de informação sobre as concessões mineiras na posse da Sociedade Minas do Gerês Lda. A 5 de Dezembro desse ano, o Ministério das Finanças também solicita informações para efeitos de penhora devido aos sucessivos atrasos nos pagamentos dos impostos devidos.

Fotografia: © José Rodrigues de Sousa / Rui C. Barbosa

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Garganta das Negras, uma concessão de Carris

Carris, 26 de Abril de 2008

A concessão mineira da Garganta das Negras I era uma das três concessões que fazia parte do complexo mineiro dos Carris. Hoje é o único local onde ainda se podem encontrar alguns vagões de minério antigamente utilizados na exploração do volfrâmio.

Fotografia: © José Afonso Duarte

Ocaso em Carris

Carris, 25 de Abril de 2008

O fim do dia em Carris proporciona sempre imagens de uma beleza ímpar, tal como este pôr-do-Sol a 28 de Abril de 2008 durante a Iª Arqueoexpedição às Minas dos Carris.

Fotografia: © Ricardo Saraiva

domingo, 9 de novembro de 2008

Abrigos de Montanha (II)

Carris, 26 de Outubro de 2008

Nesta fotografia podemos ver um dos exemplares dos muitos abrigos de montanha rudimentares que existem na área das Minas dos Carris. A sua catalogação é mais um prjecto individual que deverei terminar nas próximas semanas.

Fotografia: © Jorge Cardoso

quarta-feira, 5 de novembro de 2008

terça-feira, 4 de novembro de 2008

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

sábado, 1 de novembro de 2008