sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Notas Históricas (CXXI)

Carris, 27 de Outubro de 1950

Após o final da Segunda Guerra Mundial cessaram os trabalhos mineiros nas concessões dos Carris. A Sociedade Mineira dos Castelos, Lda. passou para a gestão de uma Comissão Liquidatária nomeada pelo Governo.

Em finais de 1949 e durante 1950 a Sociedade das Minas do Gerês, Lda. mostrou interesse e adquiriu os direitos sobre as concessões mineiras em posse da Sociedade Mineira dos Castelos, Lda. Todos os direitos foram transmitidos entre as duas sociedades.

A 27 de Outubro de 1950 a Direcção Geral de Minas e Serviços Geológicos solicitava à Comissão Liquidatária da Sociedade Mineira dos Castelos, Lda. o envio de 100$00 a fim de ser elaborada e publicada no Diário do Governo a portaria que autorizava a transmissão.

Esta quantia seria enviada no mesmo dia.

Fotografias: © Rui C. Barbosa

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

A nossa maldade ou um epitáfio de um fundamentalista

Vilarinho da Furna, Verão de 2009

Achei pertinente compartilhar com os leitores deste blogue um email que me foi enviado peo Agostinho Costa na sequência das fotografias que anteriormente aqui publiquei e mostravam uma cobra nas Minas dos Carris.

Poderiam ser muitas as razões que me levariam a publicar este email e a respectiva fotografia, mas uma delas é a de que já me acusaram de ser muito fundamentalista na defesa do meio ambiente em geral e do Parque Nacional da Peneda-Gerês (como verdadeiro parque nacional) em particular.

Este texto relata um episódio ocorrido com o próprio Agostinho Costa junto das ruínas de Vilarino da Furna no Verão passado. Assim, e com a devida autorização, aqui vai...

"(...)

Sabes, as serpentes carregam consigo um estigma associado ao mal, à morte, mas são essenciais ao equilíbrio dos ecossistemas. O Homem criou mitos sobre alguns animais, que são o caminho mais rápido para a sua extinção. Sem defesa possível carregam etiquetas que só de ouvi-las dá vontade de rir, mas que são transmitidas de geração em geração cultivadas pelo ódio. Os animais têm direito a seu espaço natural, agem por instinto e nunca por maldade. A maldade é característica de uma espécie apenas: A nossa!

No Verão, em Vilarinho das Furnas, presenciei algumas cenas que exemplificam bem a ignorância da maior parte das pessoas. Uma serpente de água viperina, completamente inofensiva, com a audácia e a curiosidade que lhes são características, aproximou-se dos banhistas. O pânico foi geral, saindo toda a gente da água como se um tsunami se aproximasse. Então, alguns pensaram logo em linchar o animal, buscando pedras e paus para arremessar sobre a serpente. Gritei para que parassem, alegando que o animal jamais atacaria as pessoas e que era inofensivo (apenas uma espécie de serpente que existente no Parque é venenosa - a víbora). A custo, muito a custo, lá aceitaram o meu pedido, mas muito pouco convencidos das "boas intenções" do medonho bicho.

Naquele dia, fui advogado e salvador de um pobre animal que nadava no seu meio natural, estranhando aquelas criaturas que a seu lado chafurdavam as águas com muito barulho à mistura. Mas, na maior parte das vezes, no meio destes "artistas", não se consegue vislumbrar uma única alma bondosa e sensata. Aí, o bichinho que se cuide. Enfim, é o que temos. Depois ainda somos acusados de fanatismo ecológico. Afinal, quem são os fanáticos? Vamos remando contra a corrente, que parece aumentar o caudal, mas nunca devemos esmorecer.

(...)"

Mais palavras para quê? Façam-me um epitáfio...

Fotografia: © Costa (via Agostinho Costa)

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Rostos mineiros (V)

Escondidos na memória dos tempos estão as histórias, as imagens e os rostos daqueles que ajudaram a construir o complexo mineiro de Carris na Serra do Gerês. Muitas dessas histórias perderam-se para sempre, outras ainda resistem ao tempo guardadas naqueles que olham com tristeza um passado que muitos parecem querer enterrar de vez no fundo das galerias que rasgam o interior da montanha.

Este é mais um rosto anónimo dos Carris.

Fotografia: © José Rodrigues de Sousa / Rui C. Barbosa

Postais do Gerês (XXIV) - Gerez - Ponte Romana Vilarinho da Furna

Escondida agora pelas águas da barragem, a belíssima ponte romana de Vilarinho da Furna é aqui retratada neste raro postal da primeira metade do Século XX e editado pela empresa Neogravista Lda., Lisboa.

Este postal em particular foi enviado a 24 de Setembro de 1948 para a Rua Alexandre Herculano, Porto.

Fotografia: © Rui C. Barbosa

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Fugaz

Carris, 27 de Setembro de 2009

...carregando o estigma da maldade, da mentira de um livro para todo o sempre, deslizava, fugaz, por entre a curta vegetação e o calor do pó...
Fotografias: © Rui C. Barbosa

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Notas Históricas (CXX)

Carris, 23 de Outubro de 1950

Nesta data é dado um parecer favorável relativamente à transmissão da concessão mineira do Salto do Lobo da Sociedade Mineira dos Castelos, Lda. (gerida por uma Comissão Liquidatária nomeada pelo governo português) para a Sociedade das Minas do Gerês, Lda. (formada com capitais nacionais e ingleses).

O parecer seria publicado no Diário do Governo a 8 de Novembro de 1950.

Fotografia: © Rui C. Barbosa

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Proposta para um 'PR - Trilho das Minas dos Carris'

Carris, anos 50

Após ter consultado o mapa indicado relativamente aos pontos de interesse no interior do Parque Nacional da Peneda-Gerês, e tal como já foi referido num comentário a uma entrada anterior, o complexo mineiro das Minas dos Carris não constam na lista desses mesmos pontos de interesse. Por um lado esta situação não me espanta pois já por várias vezes escutei os comentários de funcionários do parque nacional relativamente àquele local. Por outro lado, espanta-me de o parque nacional deixar de fora um excelente exemplar de arqueologia industrial dentro do seu território. É assim quase que uma prova de que as Minas dos Carris são território maldito e zona proibida, como que se alguém quisesse a toda a força deixar esquecer a memória daquele local.

Para uma pessoa atenta a resposta à seguinte questão é muito fácil: qual é o local dentro da área do Parque Nacional da Peneda-Gerês ao qual não é possível aceder por automóvel que recebe mais visitas por ano mesmo estando até agora com o acesso interdito pelo caminho mais percorrido? Parece-me que a resposta é simples!

Mesmo assim, insiste-se em deixar a história das Minas dos Carris fora dos possíveis roteiros e trilhos que poderão no futuro ser aconselhados! Porque podem ter a certeza de que aquele trilho irá agora receber mais visitas do que nunca, mas as pessoas irão continuar a perguntar que local é aquele? Como surgiu? O que se fazia lá? O que eram aqueles edifícios? Como se trabalhava? Como tudo acabou? São estas as perguntas que muitas pessoas me fazem, mas para o Parque Nacional da Peneda-Gerês estas perguntas não existem pois não se pode perguntar sobre algo que não existe... pelo menos para o nosso único parque nacional.

As Minas dos Carris fazem parte da história mais recente da Serra do Gerês e como tal não se pode apagar ou reescrever a história. O Parque Nacional da Peneda-Gerês já cometeu inúmeros erros ao deixar que o complexo mineiro se degradasse da forma como hoje o encontramos, descaracterizando por completo a paisagem de montanha com edifícios em ruínas e fontes de poluição que continuam a ser ignoradas.

Acredito que para um entidade cujos fundos sejam extremamente limitados (...) sejam de baixa prioridade a recuperação daquele local, nem é isso que se propõe. Porém, agora que o fluxo de visitantes possa aumentar de forma exponencial é urgente algo se fazer.

A pergunta impõe-se: 'Porque não criar um trilho de pequena rota (PR) sinalizado pelo Vale do Alto Homem e Minas dos Carris?' É esta a pergunta que irei fazer no dia 18 de Novembro quando o POPNPG for apresentado nas Caldas do Gerês. Os benefícios da criação deste trilho são muitos: evita-se que os visitantes possam andar por zonas sensíveis; evita-se o perigo do poço e entrada das minas; toma-se conhecimento da história do local; toma-se conhecimento da paisagem única de alta montanha; etc.

A meu ver, e nesta fase, será talvez a falta de vontade que impede a criação deste trilho que iniciado junto da ponte sobre o Rio Homem levaria o visitante ao longo do antigo estradão de acesso às minas, permitiria uma visita 'guiada' pelas ruínas e o faria regressar pelo mesmo estradão.

Não se pode deixar esquecer a história da Serra do Gerês, as suas peculiaridades, os seus mistérios e nesta história as Minas dos Carris (e talvez outras zonas mineiras do Gerês) deverão ter um papel importante.

Fotografia: © Rui C. Barbosa

...e no entanto ele move-se.

Estranhas são as notícias que nos surgiram sobre o POPNPG. O que parece ser uma 'liberalização' do acesso ao parque nacional, podem trazer restrições mais profundas para todos aqueles que disfrutam das suas paisagens.

Vamos aguardar... somos serenos.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Notas Históricas (CXIX)

Carris, 17 de Outubro de 1953

A 17 de Outubro de 1953 é enviado para o Engenheiro Chefe da Cirscunscrição Mineira do Norte o requerimento no qual a Sociedade das Minas do Gerês, Lda. solicitava o prosseguimento do licenciamento dos edifícios mineiros para a mina do Salto do Lobo e que constavam dos requerimentos da Sociedade Mineira dos Castelos, Lda. enviados a 1 de Março e 23 de Maio de 1944.

A informação sobre o prosseguimento do licenciamento dos edifícios é emitida a 20 de Outubro de 1953.

Fotografias: © Rui C. Barbosa

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

PNPG / POPNPG / Pan Park

Carris, 17 de Outubro de 2009

Há meses atrás questionei-me sobre o silêncio com que de repente a problemática do Pan Park no PNPG estava a ser tratada após o burburinho inicial da questão. Na altura dizia que algo se movia no escuro e pelos vistos moveu-se bem.

Sobre a actual situação do POPNPG e do Pan Park podem ler mais no blogue pnpgcomgente http://pnpg-comgente.blogspot.com/.

Fotografia: © Rui C. Barbosa

domingo, 18 de outubro de 2009

146... Vamos Limpar o PNPG - 2009 (Acto 2)

Carris, 17 de Outubro de 2009

...e terminou assim a acção de limpeza Vamos Limpar o PNPG - 2009, com a realização deste Acto 2 que teve como objectivo a limpeza da zona das Minas dos Carris e do Vale do Alto Homem. Nesta acção participaram 12 pessoas, incluindo um dos Guardas da Natureza do Parque Nacional da Peneda-Gerês.

As Minas dos Carris não estavam com uma grande quantidade de lixo e este ano já terei visto muito mais lixo do que o que acabamos por recolher. Isto deve-se um pouco, talvez, a uma maior consciencialização das pessoas que acabam por trazer o seu lixo de volta no final do dia. Por outro lado, a maior quantidade de lixo recolhida referia-se a garrafas de vidro e latas. Curiosamente não encontramos muito papel ou outro lixo mais leve (sacos de plástico, pacotes, etc.) que pode ter sido espalhado pelo vento por uma área maior, o que pode também ajudar a explicar o pouco lixo lá existente.

Por outro lado, a antiga fossa do Dormitório era um vazadouro de lixo e foi aqui onde encontramos uma grande quantidade de detritos. Apesar de 'escondido', este lixo, e esta zona, era uma mancha negra no local. A quantidade era mesmo muito elevada e como o lixo se encontrava numa caixa de betão armado enterrada no solo, a solução passou por entulhar esta caixa com os restos das paredes de tijolo do Dormitório acabando assim com um eterno depósito de lixo. A fossa foi depois tapada com pequenas lajes de cimento, um verdadeiro petisco para os curiosos...

A pequena quantidade de lixo recolhida foi trazida de volta para a Portela do Homem onde uma viatura do Parque Nacional da Peneda-Gerês deveria fazer a sua recolha.

Chegamos assim ao fim. Penso que cumprimos não uma obrigação e não um dever, mas sim um propósito e um objectivo que nos havíamos proposto há já vários meses. Preservar o ambiente em geral e o nosso único Parque Nacional, parte das atitudes de cada um de nós. Por muito espírito de montanhistas de possamos ter e por muitos bons pares de botas que possamos calçar, a nossa atitude na montanha tem em primeiro lugar e acima de tudo ser de respeito por algo que não nos pertence. O facto de Natureza ser um bem comum, atribuí-nos a todos um direito de a defender contra aqueles que arrastando multidões transformam a montanha numa feira de vaidades fúteis onde os centímetros alcançados ou os segundos a menos conquistados são o caminhos mais fácil para esquecer o verdadeiro valor daquilo que nos rodeia.

Fomos um grupo de doze; infelizmente outras pessoas que estavam para nos acompanhar não puderam participar por imperativos pessoais ou de saúde, mas mesmo essas terão contribuido mais do que aqueles que se limitaram a ignorar ou a minorizar esta acção.

A título pessoal quero agradecer em primeiro lugar a todos os que participaram neste Acto 2 pelo contributo, pela companhia, pela camaradagem, por compartilhar a sensação de 'objectivo alcançado'. Agradeço ao Parque Nacional da Peneda-Gerês pela oportunidade que nos deu de podermos mostrar que o nosso voluntariado é uma 'arma' valiosa no seu objectivo de preservar a nossa jóia da coroa da preservação ambiental em Portugal. Agradeço a todos aqueles e aos respectivos blogues que, não podendo estar presentes, divulgaram este Acto 2: um forte abraço. Agradeço ao Guarda Domingos pela paciência e disponibiliade em nos acompanhar mesmo encontrando-se limitado fisicamente: a sua presença, conselhos e verdadeiro conhecimento da Serra do Gerês é sempre algo que se deve escutar com muita atenção. Agradeço ao Alcaide de Lobios a cedência das instalações das piscinas municipais para o retemperante banho após a caminhada.

Algumas fotografias desta 146ª ida às Minas dos Carris...

Fotografias: © Rui C. Barbosa

sábado, 17 de outubro de 2009

Hoje limpamos os Carris

Carris, 26 de Março de 2009

A 5 de Setembro teve lugar a acção Vamos Limpar o PNPG - 2009. Um grupo de cerca de 50 voluntários convocados através da Internet e de vários blogues, juntou-se á iniciativa organizada pelo blogue Carris com o intuito de tornar o Parque Nacional da Peneda-Gerês um local mais limpo.

Com uma pressão turística intensa devido á crise económica e á horrível novela da TVI, as serras da Peneda-Gerês receberam a visita de milhares e milhares de turistas. Sendo por um lado um óptimo impulso para a economia local, estes turistas que vêm em busca de paisagens de paisagens quase tratadas em photoshop e apresentadas como 'ali à mão' de ver, trouxeram também o que de pior podem trazer para o meio ambiente. A praga do lixo do nosso único parque nacional foi algo que teve de ser combatido.

Por outro lado, muitos pseudo-montanhistas insistem em caminhar na serra e por lá deixar parte da sua presença. O lixo na montanha é ainda pior do que o lixo que encontramos nos locais de fácil acesso aos automóveis. Estas pessoas que percorrem a montanha e por lá deixam o lixo, não são presença desejada e devido a estas pessoas a zona das Minas dos Carris é quase como que um vazadouro de lixo. Em Setembro de 2008 foram as dezenas os sacos de lixo que, também numa iniciativa deste blogue, trouxemos e depositamos nas lixeiras.

Com este Acto 2 queremos ajudar na preservação do nosso parque nacional e na preservação de uma das zonas mágicas da Serra do Gerês. Iremos percorrer quase 20 km para apanhar lixo e para tornar aquele local para os que o visitam... mas que depois deixem por lá um pouco do que os caracteriza.

Fotografia: © Rui C. Barbosa

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Vamos Limpar o PNPG - 2009 (Acto 2) (VI)

Está tudo pronto para o Acto 2 da acção Vamos Limpar o PNPG - 2009 que vai decorrer no dia 17 de Outubro com a limpeza da zona das Minas dos Carris e do Vale do Alto Homem.

Este Acto 2 vai assim complementar as actividades de limpeza que foram levadas a cabo no dia 5 de Setembro passado e nas quais vários grupos de voluntários ajudaram a limpar várias zonas do Parque Nacional da Peneda-Gerês que todos os anos sofrem a intensa pressão do turismo com os habituais efeitos nefastos para o meio ambiente.

As actividades do dia 17 de Outubro terão início com a primeira concentração em Braga pelas 6h30 no parque de estacionamento do complexo desportivo da Rodovia junto das instalações do Centro de Nanotecnologia (antiga Bracalândia). Uma segunda concentração terá lugar pelas 7h30 junto do Centro de Educação Ambiental do Vidoeiro, Caldas do Gerês, seguindo o grupo daqui em direcção à Portela do Homem. A subida para os Carris deverá ser iniciada pelas 8h30, com chegada prevista pelas 11h00.

As actividades de limpeza irão decorrer entre as 11h30 e as 15h30. A chegada á Portela do Homem deverá ocorrer pelas 19h00.

No final do dia haverá a possibilidade de os participantes tomarem um duche e depois terá lugar um convívio / jantar no Restaurante 'O Cubano' em Lobios.

Fotografia: © Rui C. Barbosa

Postais do Gerês (XXIII) - Gerez - Observatorio Metheorologico

Este talvez seja um dos mais enigmáticcs postais do Gerês pois a sua localização será mais complicada. Aqui vemos o antigo observatório meteorológico existente na Serra do Gerês.

A edição deste postal foi feita pela Photographia Nacional - Gerez no princípio do Século XX.

Alguém consegue localizar esta paisagem e saber um pouco da história deste observatório?

Fotografia: © Rui C. Barbosa

Rostos mineiros (IV)

Continuando esta série de entradas no blogue onde tento descobrir os nomes ou a identidade de pessoas cujas vidas em tempos se cruzaram com as Minas dos Carris.

Este rosto faz parte da última época de exploração das Minas dos Carris na primeira metade dos anos 70 do século passado. Foi um trabalhar industrial que ajudou a levar a cabo a manutenção dos grandes geradores e do complexo mineiro em geral.
Fotografia: © António Ribeiro / Rui C. Barbosa

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Represa dos Carris - 27 de Setembro de 2009

27 de Setembro de 2009

Só uma vez em todas as minhas idas ás Minas dos Carris me recordo de ver a represa dos Carris quase sem água. Porém, quando a 27 de Setembro lá voltei, já não me recordava de ver o nível das águas na represa tão baixo. Foi o efeito do longo Verão de 2009...

Fotografias: © Rui C. Barbosa

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Vamos Limpar o PNPG - 2009 (Acto 2) (V)

Carris, 27 de Setembro de 2009

Terá lugar no próximo dia 17 de Outubro o Acto 2 da acção Vamos Limpar o PNPG - 2009. O objectivo desta actividade será a limpeza das Minas dos Carris e do Vale do Alto Homem, uma tarefa que ficou por cumprir a quando das actividades de limpeza levadas a cabo no dia 5 de Setembro de 2009.

Gostava de chamar a atenção para o facto de que o acesso às Minas dos Carris através do Vale do Alto Homem atravessa parte da denominada Zona de Protecção Total (ZPN) tal como está definida no actual Plano de Ordenamento do Parque Nacional da Peneda-Gerês. Como devem compreender, o grupo que irá participar nesta acção não poderá ser muito grande (em minha opinião não deverá ultrapassar as 20/25 pessoas) para assim não se desvirtualizar um dos objectivos desta acção que é, na sua essência, a protecção da Natureza em geral e do PNPG em particular. Não podemos ir todos limpar os Carris e creio que certamente um dia haverá a oportunidade para poderem visitar uma das zonas mais interessantes de todo o Parque Nacional.

Gostava também de referir que este Acto 2 terá também o apoio já confirmado por parte do Parque Nacional da Peneda-Gerês, tal como aconteceu nas actividades anteriores. Mais informações podem ser obtidas através do endereço de correio electrónico limpar.o.pnpg.2009@gmail.com o qual deverá ser também utilizado para se inscreverem neste Acto 2.

Fotografia: © Rui C. Barbosa

domingo, 11 de outubro de 2009

Notas Históricas (CXVIII)

Carris, 7 de Outubro de 1992

Nesta data eram extintas e revogados os alvarás das consessões mineiras que fazem parte das Minas dos Carris, por despacho ministerial de 28 de Maio de 1992. O texto seria publicado no Diário da República a 30 de Otubro de 1992.

Fotografias: © Rui C. Barbosa

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Rostos mineiros (III)

Muitas foram as pessoas que fizeram a História das Minas dos Carris. Certamente que algumas pessoas terão marcado a História mais do que outras, mas hoje todas quase que cairam no esquecimento.

É muito difícil de identificar a maior parte dos protagonistas nesta História, mas cá fica mais um rosto que certamente faz parte da História das Minas dos Carris.

Fotografia: © José Rodrigues de Sousa / Rui C. Barbosa

Postais do Gerês (XXII) - Chalets do Dr. Jacinto e Ribeiro

Este postal do Gerês data do início do Século XX e mostra a entrada nas Caldas do Gerês junto dos chalets do Dr. Jacinto e Ribeiro.

Este postal foi emitido pela Union Postale Universel e foi remetido a 22 de Junho de 1917 para a Rua do Carvalhal, Braga.

Fotografia: © Rui C. Barbosa

quinta-feira, 8 de outubro de 2009