sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Paisagens da Peneda-Gerês (CCCIII) - Mata de Albergaria


A Mata de Albergaria, Serra do Gerês, o coração do Parque Nacional da Peneda-Gerês.

Fotografia © Rui C. Barbosa (Todos os direitos reservados)

Conversas inteligentes no Gerês


A Serra do Gerês é um local de inspiração e onde se podem ter conversas interessantes e inteligentes. Por exemplo, consegue-se ter um conversa inteligente com esta pedra, agora com o autor das pinturas já é mais difícil...

Fotografia © Rui C. Barbosa (Todos os direitos reservados)

Previsão meteorológica para Nevosa / Carris (30 de Novembro a 8 de Dezembro)


Serão de chuva os próximos dias nas Minas dos Carris.

Exposição de Fotografia “Mulheres”


A exposição de fotografia "Mulheres" estará patente no Pólo do Ecomuseu - “Corte do Boi”, Pitões das Júnias,

A exposição estará patente entre 1 e 8 de Dezembro

quinta-feira, 29 de novembro de 2018

"Reflorestação de áreas ardidas com plantas autóctones - Arboreto PNPG GO"


Do Município de Terras de Bouro, para ler aqui.

Durante a realização desta atividade que contou com a parceria do ICNF (Eng.º Tiago Martins), da Quercus (Dr. Pedro Sousa), da UTAD – Universidade de Trás os Montes e Alto Douro (Dr. João Carvalho), Associação de Compartes dos Baldios do Campo do Gerês e do Parque de Campismo da Cerdeira (Dr. José Carlos Pires), com o apoio da equipa dos Sapadores Florestais, da Floresta Comum e dos Viveiros do ICNF (Amarante), os alunos do Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro procederam à reflorestação com 13 espécies autóctones (Plátano bastardo, Amieiro, Medronheiro, Bétula, Lódão bastardo, Pilriteiro, Freixo, Azevinho, Aderno folhas largas, Azereiro, Carvalho negral, Carvalho alvarinho e Borrazeira preta) de uma área ardida por um incêndio florestal na freguesia do Campo do Gerês, numa área de 3297,70 m2, pertencente aos Baldios daquela freguesia.

Fotografia: CMTB

Exposição "Recortes da Minha Serra"


"Recortes da minha serra" é um conjunto de fotografias da jovem Lília Jorge, natural de Pitões das Júnias. 

A exposição, que esteve patente de agosto a Outubro na sede do Ecomuseu de Barroso, vai agora ser inserida no Pitões à Mão, evento realizado nos dias 1 e 2 de Dezembro de 2018 na aldeia de Pitões das Júnias, aldeia que é o tema principal das fotografias de Lília Jorge. 

Não deixe de visitar esta exposição encantadora!

Paisagens da Peneda-Gerês (CCCII) - Rio Lima em Entre Ambos-os-Rios


A albufeira da Barragem de Touvedo com o espelho d'água do Rio Lima em Entre Ambos-os-Rios em final de tarde.

Fotografia © Rui C. Barbosa (Todos os direitos reservados)

Previsão meteorológica para Nevosa / Carris (29 de Novembro a 8 de Setembro)


Continuação do tempo frio e alguma chuva nas Minas dos Carris.

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

"Minas dos Carris em Dezembro"


Gostavas de conhecer as Minas dos Carris com o autor do livro "Minas dos Carris - Histórias Mineiras na Serra do Gerês"? Junta-te à Associação Pé d'Rios e ao blogue Carris entre 7 e 9 de Dezembro de 2018.

Programa:

Dia 1

19:00 – Recepção no Abrigo Pé d'Rio, Germil. Pernoita no abrigo.

Dia 2

07:00 – Saída de Germil em direcção à Portela do Homem.

08:00 - Caminhada de 21 km dificuldade Média / Alta desde a Portela do Homem às Minas dos Carris (regresso pelo mesmo percurso)

20:00 - Pernoita abrigo Pé d'Rios.

Dia 3

09:00 – Início da caminhada no Trilho de Germil dificuldade baixa

Inclui por participante: Guia, seguro, pequenos-almoços e pernoita no abrigo Pé D'Rios

Não inclui: Material de montanha

O que terás que levar

• Botas de montanha

• Mochila até 30 litros (caminhadas e almoços volantes)

• Bastão de marcha

• Casaco impermeável e forro polar, luvas, gorro e óculos de sol

• Cantil e termos

• Roupa e calçado de muda

Características do passeio

• Visitação com pequenas paragens e caminhadas interpretativas às Minas dos Carris pelo Vale do Homem e Trilho de Germil.

Valor por participante 50€

As receitas revertem para aluguer da viatura, seguros, combustível, pernoitas, pequenos-almoços e guia.

Poderás enviar a tua inscrição até ao dia 2 de Dezembro através de e-mail pederiosgeral@gmail.com mencionando o primeiro e ultimo nome, numero de B.I e data de nascimento para efeitos de seguro.

Fotografia © Rui C. Barbosa (Todos os direitos reservados)

Requalificação da (estrada da) Mata de Albergaria


A forma como escrevi o título deste pequeno texto tem uma razão de ser.

No dia 26 de Novembro de 2018, foram assinados em S. João do Campo dois protocolos de colaboração com a Câmara de Terras de Bouro com vista à requalificação da (estrada da) Mata da Albergaria, ups lá vêm os paréntesis de novo!

Tanto no título como já no texto, os paréntesis mostram a forma como muitos gostariam de ler as frases, isto é sem a inclusão da 'estrada' nessas frases e que o sentido das mesmas implicassem uma maior protecção para a Mata de Albergaria e por consequência para a Serra do Gerês e para o Parque Nacional da Peneda-Gerês. Infelizmente, assim não é!

A taxação do acesso motorizado à Mata de Albergaria desde 2007 e no período do estio, tem supostamente como objectivo diminuir esse fluxo numa zona de protecção especial no coração do Parque Nacional, talvez mesmo a razão de ser deste Parque Nacional. Basta uma visita aos dias menos concorridos para ver que tal taxação nunca foi ineficaz e apenas serviu para amealhar dinheiro para o Estado, pois esse dinheiro raramente (ou nunca) foi investido na gestão da Mata de Albergaria.


Ora, os actuais protocolos não vão implicar um aumento da protecção ambiental da Mata de Albergaria, mas sim o melhoramento dos acessos a essa mesma mata. A requalificação vai passar pela colocação de um novo tapete de asfalto entre a Portela de Leonte e a Portela do Homem. Por outro lado, na denominada Geira Romana, o piso será melhorado sem a colocação de asfalto, criada valas de direcção da água para diminuir o efeito da erosão da mesma sobre o piso e colocado um tapete mais resistente nas subidas mais íngremes (devido à informação deficiente sobre o projecto, não sei se a subida entre a Casa Florestal da Albergaria e a estrada será asfaltada ou não). Em Leonte serão criadas zonas de estacionamento, bem como na Bouça da Mó e far-se-á o ordenamento do estacionamento na Portela do Homem, para assim diminuir o caos que se tem verificado nos anos anteriores.

A criação das zonas de estacionamento em Leonte e na Bouça da Mó têm como objectivo incentivar os visitantes a percorrer a pé a estrada M308-1 (entre Leonte e a Portela do Homem) e a Geira Romana. Ora, sem uma opção mais viável do que percorrer a pé a M308-1, poucos deverão ser os que se atrevem a fazer o percurso quando este pode ser percorrido por viaturas motorizadas sem um controlo de velocidade efectivo e ainda por cima num piso que no próximo Verão deverá já estar reparado e melhorado. Da mesma forma, o mesmo deverá acontecer com aquelas pessoas que acedem à Mata de Albergaria pelo lado de S. João do Campo, com a incómoda «agravante» do pó levantado pelas viaturas que passam por esse percurso.

Assim, esta requalificação segue a linha da Portaria n.º 31/2007, de 8 de Janeiro, que refere que a taxa de acesso constitui receita própria do Instituto da Conservação da Natureza (actual Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas), devendo ser afecta a acções de gestão e conservação da biodiversidade na Mata de Albergaria. Isto é, a requalificação é apenas feita ao nível do melhoramento dos acessos e nunca do controlo destes à Mata de Albergaria.


Fotografia © Rui C. Barbosa (Todos os direitos reservados)

Previsão meteorológica para Nevosa/Carris (28 de Novembro a 6 de Dezembro)


Continuação do tempo frio, mas com as temperaturas a subir a partir de 1 de Dezembro.

terça-feira, 27 de novembro de 2018

Paisagens da Peneda-Gerês (CCCI) - Admeus


Admeus, Vilar da Veiga - Serra do Gerês, no espelho d'água da albufeira da Caniçada.

Fotografias © Rui C. Barbosa (Todos os direitos reservados)

Previsão meteorológica para Nevosa/Carris (27 de Novembro a 6 de Dezembro)


Chuva e frio nas Minas dos Carris para os próximos dias.

"Requalificação da estrada da Mata da Albergaria cumpre anseio antigo"



O Ministro do Ambiente e da Transição Energética, João Pedro Matos Fernandes, e a Secretária de Estado do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza, Célia Ramos, assinaram esta segunda-feira dois protocolos de colaboração com a Câmara de Terras de Bouro com vista à requalificação da estrada da Mata da Albergaria.

Fotografia: O Amarense




segunda-feira, 26 de novembro de 2018

III Jornadas Técnico-científicas sobre Risco e Segurança em Desportos de Montanha


Comemorações do Dia Internacional das Montanhas: III Jornadas Técnico-científicas sobre Risco e Segurança em Desportos de Montanha. 7, 8 e 9 Dezembro 2018 - UTAD Vila Real.

Pitões à Mão - 1 e 2 de Dezembro


É já a 1 e 2 de Dezembro que se realiza o mercado cultural "Pitões à Mão" em Pitões das Júnias.





Previsão meteorológica para Nevosa/Carris (26 de Novembro a 4 de Dezembro)


Segundo as mais recentes previsões meteorológicas, aproximam-se dias de chuva para as Minas dos Carris... ideais para fazer canyoning pedestre caminho acima!!!...

domingo, 25 de novembro de 2018

264... Minas dos Carris, uma mina três caminhadas... mais ou menos


Minas dos Carris, 24 de Novembro de 2018

Três dias na Serra do Gerês com o objectivo de fazer três caminhadas às Minas dos Carris. Infelizmente, as condições meteorológicas e em certa parte as condições do terreno só permitiram fazer de uma das três caminhadas.

Com a chuva a cair há já vários dias na Serra do Gerês não seria necessário ir ao terreno para se saber que o caudal das ribeiras não iria permitir a passagem por alguns dos locais previstos para a caminhada entre a Corga da Abelheira e as Minas dos Carris. A caminhada poderia ser prolongada para evitar essas passagens, mas as condições de luz ao final do dia não iriam permitir um regresso em segurança.

Foi então decidido fazer no primeiro dia o percurso entre a Ermida da N.ª S.ra do Xurés e as Minas dos Carris passando pelas Minas Mercedes Las Sombras. Dois quilómetros depois de iniciar o percurso verificou-se que o estado da Ponte de Pião de Paredes ameaça uma queda eminente no rio e um prudente aviso por parte do governo regional Galego, avisa que a ponte não deve ser atravessada. Neste dia acabei por visitar o Curral do Conho.




24 de Novembro amanheceu com chuva que acabaria por nunca deixar de cair ao longo de todo o dia, engrossando à medida que o tempo foi passando os ribeiros que iam alimentado o Rio Homem, transformando-o numa besta demoníaca e descontrolada ao final do dia.

A caminhada fez-se pelo Vale do Alto Homem seguindo o antigo estradão mineiro que na maior parte do seu percurso estava transformado num verdadeiro rio devido ao anos e anos de desleixo na sua manutenção. A certa altura, principalmente no regresso, já não havia a preocupação de se desviar da água e caminhava-se dentro dela num exercício de canyoning pedestre.



A neve só se começou a avistar em quantidade apreciável depois de passar o Modorno, com o vislumbre do cume do Outeiro Redondo pintado de branco. Até ao Teixo a caminhada era dificultada pela água, mas foi a partir das Águas Chocas que a caminhada se tornou mais complicada devido ao estado da neve demasiado húmida que escondia verdadeiros rios por baixo. Caminhou-se assim até às Minas dos Carris, coma neve a chegar quase ao joelho.

Abrigados no único local que proporciona algo a que se pode chamar abrigo, foi altura de trocar de roupa e comer algo quente antes de iniciar um penoso regresso à Portela da Homem com a paisagem a oferecer cascatas somente vistas nestes dias de chuva intensa e o Rio Homem em fúria!

Algumas fotografias do dia...
















































Fotografias © Rui C. Barbosa (Todos os direitos reservados)