segunda-feira, 25 de abril de 2011

166... Caminhar em Liberdade...

Carris, 25 de Abril de 2011

Porque caminhar na montanha é acima de tudo um exercício de liberdade responsável, decidi caminhar no 25 de Abril até às Minas dos Carris através do Vale do Alto Homem em plena Zona de Protecção Total tal como está definida no actual Plano de Ordenamento do Parque Nacional da Peneda-Gerês. Foi sem dúvida uma caminhada plenamente consciente dos locais que percorri, só possíveis do seu verdadeiro valor porque me ajudam a evoluir como ser humano na tomada de conscrência da importância da sua preservação. Porém, esta não deve ser uma preservação feita como se um parque nacional estivesse dentro de uma redoma, redoma esta virtual à medida da consciência de quem por lá caminha.

Pergunto-me se os banhistas de feriado tinham consciência dos locais por onde caminhavam de toalha às costas para o belo banho? Pergunto-me se os casais de namorados aos quais inocentemente interrompi o delo momento amoroso, tinham consciência do local onde se beijavam? Pergunto-me se os passeantes do meio da tarde nos seus sapatos de vela e no seus saltos altos compreendiam o porquê daquele caminho se encontrar naquele estado? Assim, a realidade para todos nós naqueles espaços são mundos virtuais, como que no interior de uma matrix que cada um vê conforme escolhe o comprimido vermelho ou azul. (In)felizmente, parece que tomei a decisão de engolir o comprimido vermelho e assim acabo por ser consciente de toda a realidade que passa ao lado de toda aquela gente. Vou tentanto aos poucos e da forma como posso fazer com que outros também se decidam pelo comprimido vermelho e que assim compreendam a realidade na qual estamos inseridos.

E foi assim, tentando-me lembrar de dias nos quais era muito novo para ter consciência do que se passava país que eu amo, que ao se completarem 37 anos da Revolução, percorri aqueles quase 10 km ao longo do Vale do Alto Homem. Vivendo uma liberdade a cada passo que dava, respirava aquele ar que aos poucos me transportava para um sítio único no mais belo cantinho do nosso Portugal!

...algumas fotografias...































Fotografias © Rui C. Barbosa

3 comentários:

Alexandre Matos disse...

Sempre um prazer caminhar contigo.Abraço

O comprimido vermelho, é como o caminho para as minas, duro mas recompensador.

luis dinis disse...

BOAS
EXELENTE REPORTAGEM FOTOGRAFICA, QUERIA SABER SE POSSIVEL SE EFECTOU ESTA CAMINHADA A REVELIA DAS ULTIMAS NORMAS DO PNPG, POIS AS INDICAÇÕES QUE ME DERAM FOI DE QUE ERA PROIBIDO EFECTUAR QUALQUER ACTIVIDADE ATE AS MINAS DOS CARRIS, SOB PENA DE SER INTERCETADO POR GUARDAS FLORESTAIS E SER AUTUADOS COM MULTAS.
SE ME PUDEREM ESCLARECER AGRADECIA POIS O MAIL QUE TENHO DO PARQUE REZA NESSE SENTIDO ..PROIBIDO SUBIR AS MINAS DOS CARRIS SEJA DE QUE MANEIRA FOR.

OBRIGADO E BOAS CAMINHADAS

LUIS DINIS

Rui C. Barbosa disse...

Caro Luís,

Remoto a resposta à sua questão para a entrada mais recente (29 de Abril de 2011) neste blogue.

Cumprimentos,