segunda-feira, 15 de junho de 2015

A propósito da turista francesa perdida no Gerês... no Gerês?



A edição on-line do jornal Sol, presenteou-nos com uma notícia que dá conta de uma turista francesa perdida no Gerês a 13 e 14 de Junho de 2015.

Não me vou debruçar sobre o desaparecimento em si, pois é o resultado de um descuido e de uma má avaliação das condições meteorológicas como já vimos em muitos casos anteriores a ocorrerem no Parque Nacional da Peneda-Gerês.

No entanto, não posso deixar de referir alguns pormenores da miserável notícia que o Sol colocou on-line aqui. Para lá do ignorante 'Peneda do Gerês' muitas vezes utilizado pela nossa comunicação social (que felizmente não surge nesta notícia), o artigo é uma peça de ignorância geográfica e desconhecimento sobre o Parque Nacional.

Logo no primeiro parágrafo somos brindados com esta preciosidade "A francesa desaparecida na Serra Amarela, Gerês, foi hoje encontrada viva (...)" A Serra Amarela é um conjunto montanhoso completamente distinto da Serra do Gerês. Aliás, bastaria saber quais são as serras que constituem o nosso único (ainda) parque nacional, para se aperceber disso mesmo. No entanto, vai-se pelo caminho mais fácil... é como a 'Peneda do Gerês'. Dizer "Serra Amarela, Gerês" é equivalente a dizer "Concelho de Guimarães, Braga" ou "Estádio do Dragão, Lisboa". É a mostra da mais perfeita ignorância e descuido na verificação de factos. E nem aqui a desculpa da má informação por parte da fonte vai servir!

No segundo parágrafo continua "A desaparecida, de 33 anos, fazia, sozinha, um trilho na Serra Amarela, na zona do Gerês (...)," lá está, é o mesmo que dizer "Serra da Estrela, zona da Guarda"!

Para rematar, mais uma preciosidade "Face aos casos de turistas perdidos no Gerês, inclusivamente de escuteiros, foi já este ano reforçado o GIPS da GNR, como a equipa para buscas e resgates de montanha no Gerês." Até os Escuteiros já se perdem... foi na zona de Sistelo... Gerês!

Já agora, porquê uma fotografia de praticantes de canyonning a ilustrar uma notícia de uma caminhante perdida na serra? Porque é fácil e é tudo no monte!

Já agora, seria interessante saber em que percurso é que a turista se encontrava?

4 comentários:

CHEIRO DA MONTANHA disse...

Não foi uma jornalista e o texto deve ter vindo no Jornal da Caserna...é o que temos.

Duarte Lobo disse...

infelizmente estamos num País sem orientação geografica por parte dos nossos midea....

Francisco Barbosa disse...

A turista Francesa foi encontrada na parte mais baixa do planalto conhecido por Chã de Fontes, a cerca de 1,5 km da Louriça que é a zona mais elevada da Serra Amarela.

Rui C. Barbosa disse...

Obrigado pela informação, Francisco.