terça-feira, 27 de setembro de 2022

Paisagens da Peneda-Gerês (MCCCLXXXIX) - A paisagem invernal das Minas dos Carris

A paisagem invernal das ruínas das Minas dos Carris, Serra do Gerês.

Fotografia © Rui C. Barbosa (Todos os direitos reservados)

domingo, 25 de setembro de 2022

Paisagens da Peneda-Gerês (MCCCLXXXVIII) - Pé de Medela e Carris de Maceira ao pôr-do-Sol

 


As cores do pôr-do-Sol iluminam as rugas graníticas do Pé de Medela e de Carris de Maceira, Serra do Gerês.

Fotografia © Rui C. Barbosa (Todos os direitos reservados)

sábado, 24 de setembro de 2022

Paisagens da Peneda-Gerês (MCCCLXXXVII) - Meda de Porta Roibas

 


A Meda de Porta Roibas, Serra do Gerês, é um colosso granítico que parece precipitar-se sobre o abismo suspenso sobre as Sombrosas.

Fotografia © Rui C. Barbosa (Todos os direitos reservados)

sexta-feira, 23 de setembro de 2022

Paisagens da Peneda-Gerês (MCCCLXXXVI) - Portas castrejas

 


A Porta do Sol do Castelo de Castro Laboreiro, Serra da Peneda, são também portas para a memória da história de Portugal.

Fotografia © Rui C. Barbosa (Todos os direitos reservados)

quinta-feira, 22 de setembro de 2022

Caminhada 'Segredos da Albergaria'

 


A 5 de Outubro Rui Barbosa - Hiking & Trekking irá realizar uma visita à Mata de Albergaria, Serra do Gerês, onde iremos conhecer alguns dos seus segredos.

Programa geral do evento

09h30 – Encontro no estacionamento da Portela do Homem, Serra do Gerês;

              (Localização: 41°48’30.8″N 8°07’51.9″W)

09h45 – Inicio da caminhada;

11h00 – Hora prevista de chegada à Ponte de Palheiros;

11h45 – Hora prevista do regresso à Portela do Homem;

13h00 – Hora prevista de chegada à Portela do Homem; Final da actividade.

Material aconselhado para a actividade

– Botas de montanha ou calçado confortável;

– Roupa e equipamento adequado à época;

Dificuldade: Fácil

Distância total do percurso – 9 km

Características da actividade: iremos percorrer parte do traçado da Geira Romana através da Mata de Albergaria com passagem pelos antigos viveiros dos Serviços Florestais até à Ponte de Palheiros. No regresso iremos visitar o Curral de Albergaria e, regressando à Geira Romana, passaremos ainda pelo Curral de S. Miguel. Será feita uma interpretação dos aspectos paisagísticos, naturais e históricos dos locais a visitar.

O percurso é autorizado pelo ICNF.

Número máximo de participantes: 10 (+guia)

Valor da inscrição por participante: 15,00€ – Pagamento por transferência bancária ou MBWay.

Solicitar contacto para inscrição!

INSCRIÇÃO OBRIGATÓRIA até ao dia 4 de Outubro de 2022.

Deverá ser mencionado na inscrição o nome completo, data de nascimento, número de CC e NIF para efeitos de seguro.

Inscrições e informações através do endereço eletrónico rmcsbarbosa@gmail.com ou pelo telefone 93 845 03 05

Valor a pagar inclui: Seguro de acidentes pessoais e guia

Não Inclui: Refeições, gastos pessoais, material necessário para a actividade, outras despesas não indicadas como incluídas.

Importante: Sendo um percurso no Parque Nacional da Peneda-Gerês os participantes devem cumprir o Código de Conduta de Visitantes em Áreas Protegidas, disponível em https://www.icnf.pt/api/file/doc/dec9fe218d76ab5f

Em caso de se verificarem condições meteorológicas adversas, a actividade será adiada para data a determinar.

Os participantes deverão cumprir as regras de etiqueta higiénica e de protecção individual no âmbito da pandemia Covid-19.

Organização: Rui Barbosa (RNAAT 624/2020)

Paisagens da Peneda-Gerês (MCCCLXXXV) - A nuvem e o Alto da Pedrada

 


Num céu azul e despido de nuvens, uma nuvem forma-se sobre o Alto da Pedrada, Serra do Soajo.

Fotografia © Rui C. Barbosa (Todos os direitos reservados)

quarta-feira, 21 de setembro de 2022

Paisagens da Peneda-Gerês (MCCCLXXXIV) - O espigão Norte do Pé de Cabril

 


A luz matinal dos últimos dias de Verão ilumina o espigão Norte do Pé de Cabril, Serra do Gerês.

Fotografia © Rui C. Barbosa (Todos os direitos reservados)

terça-feira, 20 de setembro de 2022

segunda-feira, 19 de setembro de 2022

Trekking às Minas dos Carris a 15 de Outubro

 


Uma nova caminhada interpretada às Minas dos Carris terá lugar a 15 de Outubro, sendo organizada por Rui Barbosa - Hiking & Trekking.

Esta será uma caminhada pela História e Natureza da Serra do Gerês com visita às Minas dos Carris pelo Vale do Rio Homem.

Programa geral do evento:

08h00 – Encontro no estacionamento da fronteira de Portela do Homem, Serra do Gerês (Localização: 41°48’30.8″N 8°07’51.9″W);

08h15 – Inicio da caminhada pelo Vale do Alto Homem;

12h00 – Hora prevista de chegada às Minas dos Carris;

              Visita interpretativa ao complexo mineiro dos Carris;

15h00 – Hora prevista do regresso à Portela do Homem;

19h00 – Hora prevista de chegada à Portela do Homem. Final da actividade.

Material aconselhado para a actividade:

– Botas de montanha ou calçado confortável;

– Roupa e equipamento adequado à época;

– Lanterna ou frontal.

Dificuldade: Alta

Percurso linear – Distância 22 km (ida e volta)

Características da actividade: iremos percorrer a antiga estrada mineira que ligava às Minas dos Carris através do Vale do Alto Homem em pleno Parque Nacional da Peneda-Gerês. Será feita uma interpretação do complexo mineiro ao longo da sua história, visitando as suas ruínas e aspectos paisagísticos e naturais.

O percurso é autorizado pelo ICNF.

Número máximo de participantes: 9 (+guia)

Valor da inscrição por participante: 20,00€ – Pagamento por transferência bancária ou MBWay.

Para condições particulares, contactar via correio eletrónico ou por telefone.

INSCRIÇÃO OBRIGATÓRIA até ao dia 12 de Outubro de 2022.

Deverá ser mencionado na inscrição o nome completo, data de nascimento, número de CC e NIF para efeitos de seguro.

Inscrições e informações através do endereço eletrónico rmcsbarbosa@gmail.com ou pelo telefone 93 845 03 05.

Valor a pagar inclui: Guia, seguro de acidentes pessoais e de responsabilidade civil.

Não Inclui: Almoço, equipamento necessário para a actividade, gastos pessoais ou outras despesas não indicadas como incluídas.

Importante: Sendo um percurso no Parque Nacional da Peneda-Gerês os participantes devem cumprir o Código de Conduta de Visitantes em Áreas Protegidas, disponível aqui.

Em caso de se verificarem condições meteorológicas adversas, a actividade será adiada para data a determinar.

Os participantes deverão cumprir as regras de etiqueta higiénica e de protecção individual no âmbito da pandemia Covid-19.

Organização: Rui Barbosa (RNAAT 624/2020)

domingo, 18 de setembro de 2022

Terminou o período de cobrança da taxa de acesso à Mata de Albergaria

 


Terminou o período de cobrança da taxa de acesso à Mata de Albergaria que se havia iniciado a 10 de Junho.

De recordar que esta taxa de acesso aplicava-se aos veículos motorizados e tinha um valor de €1,50 por dia.

A cobrança desta taxa de acesso está regulamentada pela Portaria n.º 31/2007, de 8 de Janeiro. Segundo esta portaria, a taxa de acesso tem por objectivo assegurar a preservação dos frágeis ecossistemas que caracterizam a Mata de Albergaria ao se aplicar medidas que passariam pela sustentabilidade da gestão dos recursos naturais, sujeitando a sua utilização ao pagamento de uma taxa de acesso, de acordo com o princípio do utilizador-pagador.

No entanto, a realidade é bem diferente, e não passa de um meio de financiamento do ICNF, nunca tendo sido aplicada para o verdadeiro fim a que supostamente se destina. Da mesma forma, a cobrança da taxa de acesso à Mata de Albergaria nunca assegurou a preservação dos frágeis ecossistemas daquela zona e nunca diminuiu o número de viaturas motorizadas que atravessam os acessos rodoviários entre a Portela de Leonte, Bouça da Mó e Portela do Homem, pois nunca se impôs um método de limitação do número de viaturas a transitar naquele espaço protegido.

Por outro lado, são poucos os benefícios que as populações locais, nomeadamente da freguesia do Campo do Gerês no interior da qual se localiza a totalidade da área da Mata de Albergaria, tiram do pagamento desta taxa por parte de quem visita aquela reserva.

Segundo o que a diretora regional do Norte do ICNF, Sandra Sarmento, em tempos referiu ao jornal Terras do Homem, em 2021 mais de 47.000 viaturas "passaram pela Mata de Albergaria, o que é muito idêntico aos anos anteriores, muito semelhante ao ano de 2020," o que terá rendido mais de 70.500 euros aos cofres do Estado.

A taxa é aplicada desde 2007.

Fotografia © Rui C. Barbosa (Todos os direitos reservados)

Trilhos lá fora - Ruta do Rio Mao

 


A Ruta do Rio Mao é uma pequena rota que decorre no Parque Natural de Baixa Limia - Serra do Xurés, Galiza. Com uma extensão de pouco mais de 4 km, o percurso leva-nos por um exuberante vale de vegetação autóctone, percorrendo a margem esquerda do Rio Mao e passando por uma bela colecção de moínhos.

Antes de se iniciar o percurso, não se pode deixar de visitar a Escusalla. Esta ruína vai sendo tomada pela vegetação e data do século XVIII. Encontra-se nos arredores de Ludeiros e trata-se de facto de uma antiga casa senhorial construída pelo Abade de Manín, Dom José Martínez y Parga, um religioso endinheirado do século XVIII. Após passar por diversas mãos a casa ficou abandonada e com o tempo começou a surgir a história de que em casa era assombrada por um frade chamado "Marrequinho", um antigo morador. Segundo a lenda este frade mandava fazer obras para pedreiros de fora da zona, mas sem pagar os serviços, matando-os e enterrando-os no pátio. 












































Fotografias © Rui C. Barbosa (Todos os direitos reservados)