sexta-feira, 3 de dezembro de 2021

'Pitões à Mão' a 18 e 19 de Dezembro

 


'Pitões à Mão' irá acontecer à semelhança de anos anteriores com mercado cultural na sede da Junta de Freguesia, oficinas ao vivo (ferreiro, olaria, tecelagem, etc.), assim como a performance teatral no Bosque das Fadas.

O evento decorrerá a 18 e 19 de Dezembro.

Previsão meteorológica para Nevosa/Carris (3 a 11 de Dezembro)

 


À medida que nos vamos aproximando do evento, as previsões vão ficando mais modestas, sendo este um fado ao qual já estamos habituados. Assim, entre 3 e 5 de Dezembro iremos assistir a episódios esporádicos de neve nas Minas dos Carris, com previsão de chuva para o dia 4 de Dezembro. O cenário «agrava-se» nos dias 7 e 8 de Dezembro onde se prevê queda de neve: 17 cm a 7 de Dezembro e 19 cm a 8 de Dezembro.

Paisagens da Peneda-Gerês (MCXLVI) - Marco geodésico do Borrageiro

 


O marco geodésico do Borrageiro (1.430 m), Serra do Gerês, em dia de neve.

Fotografias © Rui C. Barbosa (Todos os direitos reservados)

quinta-feira, 2 de dezembro de 2021

Muita neve no PNPG nos dias 7 e 8 de Dezembro?

 


A página Meteo Trás os Montes Portugal tem vindo a referir há vários dias a possibilidade de queda de neve a cotas baixas no território nacional devido à aproximação de uma frente fria que irá alterar de forma significativa o estado do tempo.

As previsões apontam para que os dias 7 e 8 de Dezembro possam, segundo o Meteo Trás os Montes Portugal, trazer um "menu invernal" que "poderá ser completo, com uma potente ciclogénese, podendo ser explosiva, junto às ilhas Britânicas, as frentes associados a regar em especial as regiões do Norte e Centro, e neve a cotas não demasiado altas, também muito vento, frio e um temporal marítimo. O modelo europeu, na última atualização coloca mais de 200 litros por m2 nos próximos 10 dias no Minho, com nevadas significativas na Peneda - Gerês..."

O sítio que costumo acompanhar para publicar as previsões meteorológicas para a Nevosa/Carris, mostra já uma acumulação de 31 cm de neve para o dia 7 de Dezembro, com o limite de congelamento a descer aos 885 metros no dia 8 de Dezembro (15 cm de neve).


Tal como refere o Meteo Trás os Montes, "faltam ainda muitos dias, mas como podem ver os modelos vão alimentando o cenário de mudança e precisamos muito desta mudança."

Serra do Gerês - Da Portela de Leonte ao Borrageiro

 


A subida ao Alto do Borrageiro a partir da Portela de Leonte é um percurso que no total (ida e volta) conta com pouco mais de 8 km. No entanto, é um trajecto que nos oferece em cada estação do ano a verdadeira sensação de uma certa «conquista» da montanha... ou melhor, na verdade somos nós que somos conquistados por ela, em todo a sua pujança e beleza. Esta sensação é aumentada quando a caminhada é feita num dia invernal e onde parte da paisagem nos oferece já um manto branco.

Tal como a maioria dos percursos na geresiana serra, este começa logo a pôr à prova a nossa capacidade física e cardíaca. A subida vai-se fazendo lentamente num ziguezaguear constante Encosta do Morujal acima à medida que atrás de nós o imenso farol da serra, o Pé de Cabril, se vai afundando na paisagem. O caminho é duro e surpreende pela magnífica calçada que os povos serranos foram fazendo para facilitar a subida nos meses da vezeira. Uma calçada secular que se mantém nos nossos dias e que sem dúvida nos ajuda a ir superando o declive.

O caminho vai-nos levar a passar pela Chã do Carvalho e em breve chegamos a uma interessante varanda que nos permite um olhar sobre a Matas de Albergaria. Nos perenes dias de Outono, a paisagem - que se alarga até às alturas da Serra da Peneda no colosso de Anamão - é ainda mais espantosa com a variação de cores. São chegados os dias das cores outonais dos carvalhos que dão à Mata de Albergaria um tom de despedida para os dias de Inverno que aí se avizinham.

A Oeste as paredes alcantiladas do Pé de Cabril assumem-se aos céus num chamamento eterno que conquista e domínio de paisagem no topo de um vale que se vai abrindo até à albufeira da Barragem da Caniçada. O caminho vai continuar a subir, levando-nos ao Prado do Vidoal e mostrando-nos toda a personalidade da Serra do Gerês: o acastelamento paisagístico do Pé de Medela leva-nos a cenários de fantasia numa Terra Média ou por entre os Sete Reinos; os Carris de Maceira encimam e guardam o profundo vale junto da vertente dos Cântaros; a Roca d'Arte surge altiva com as suas paredes alcantiladas antevendo o Cabeço de Lavadouros. Toda a paisagem está já pintada com a neve que foi caindo na fria noite anterior, dando-lhe uma áurea de mais profundo mistério.

Envereda-se à sombra do Outeiro Moço e depois de passar pelo seculares teixos, chegamos já ao Colo da Preza que nos permite a visão do Vale de Teixeira. Os farrapos de neve vão-se acentuando e após mais uma dura subida, chegando à Chã da Fonte, a paisagem é toda ela Inverno em tons de branco e cinza, sincelos, mariolas adornadas de gelo e arbustos batidos pelo vento. O frio faz-se sentir por entre a roupa e o vento gelado encontra sempre um caminho através dos espaços abertos fazendo-nos lembrar que não estamos num sonho.

E continuamos a subir, passando a Fonte da Borrageirinha e o Arco do Borrageiro quase todo «pintado» de branco. O cume destino está já ali perto, mas é necessário ir-se vencendo as placas de gelo que se foram consolidando. A subida final foi feita por entre uma magnífica paisagem gelada e o topo presenteia-nos com uma paisagem gelada e um vento forte que nos estar pouco tempo no cume.

O regresso foi feito pelo mesmo trajecto.

Algumas fotografias do dia...







































Fotografias © Rui C. Barbosa (Todos os direitos reservados)

Paisagens da Peneda-Gerês (MCXLV) - Arco do Borrageiro invernal

 


Uma paisagem invernal adorna o Arco do Borrageiro, Serra do Gerês.

Fotografia © Rui C. Barbosa (Todos os direitos reservados)

Previsão meteorológica para Nevosa/Carris (2 a 10 de Dezembro)

 


Os próximos dias serão de frio nas Minas dos Carris com a temperatura máxima a não ultrapassar os 6 ºC (4 e 6 de Dezembro) e a mínima a chegar aos -6 °C (9 de Dezembro). Esperam-se períodos de queda de neve intercalados com períodos de chuva nos próximos dias.