domingo, 13 de maio de 2018

Trilhos seculares - Até Gemesura e depois Germil


Com o céu em tons plumbeos, percorreu-se as paisagens graníticas da Serra Amarela fazendo jus ao seu nome. Por entre farrapos de nevoeiro e uma chuva miudinha que durante alguns minutos foi acompanhando a jornada, andou-se pelos trilhos de Rogélio Pardo na sua paixão por Alda.

Iniciou-se o percurso junto ao paredão da Barragem de Vilarinho das Furnas recordando os finados do combatente republicano que no romance de André Gago encontrou refúgio naquela aldeia minhota encravada entre a Serra Amarela e a Serra do Gerês nas margens do Rio Homem.






À medida que as penas iam vencendo o declive, o grande manto de água ia-se afundando na paisagem e os píncaros graníticos do Gerês e da Amarela iam tentando rasgar o véu cinzento que ia insistindo em toldar os cenários que se transfiguravam...

Serra!
e qualquer coisa dentro de mim se acalma...
Qualquer coisa profunda e dolorida,
Traída,
Feita de terra
e alma.


Este é o território do lobo e das memórias que sobem e descem o Peito de Gemesura. Ao longe e lá no fundo, parece que escutamos os lamentos das ruínas submersas. Observar aquelas paragens desde Gemesura é atestar a imensidão dos espaços e a profundidade do silêncio que nos envolve como um manto húmido que se nos agarra à pele.

Uma paz de falcão na sua altura
A medir as fronteiras:
Sob a garra dos pés a fraga dura,
E o bicho a picar estrelas verdadeiras...

Miguel Torga, Diário II


Um pouco depois de Gemsura, onde o vento era já dolorosamente frio, o nevoeiro turvou ainda mais a paisagem. Falhou-se a passagem pelas Casarotas ao se seguir por Mata Porcos e depois por Castelinho, iniciando a baixada para os altos de Cutelo através de Carvalhinhos. A jornada terminaria uns quilómetros mais adiante em Germil no Abrigo Pé d'Rios.

Mais uma vez se atesta que a GR34 - Grande Rota da Serra Amarela continua a apresentar deficiências nas suas marcações e discordância entre os dados de geoposicionamento disponíveis e as marcações no terreno. É já mais do que tempo para que estas correcções, que em tempos foram já apresentadas, fossem implementadas.

Algumas fotos do dia...




















Fotografia © Rui C. Barbosa (todos os direitos reservados)

Sem comentários: