quarta-feira, 8 de junho de 2016

Hotel ‘’Quinta do Lago’’ recusa ajuda a animal ferido


Há coisas que distinguem os estabelecimentos de turismo por consequência das acções que as pessoas que lá trabalham tomam.

Recentemente, uma cadela num estado indescritível com três ferimentos que se supõem terem sido feitos com uma arma de chumbos, estava refugiada à porta do hotel "Quinta do Lago", Parada de Bouro, Vieira do Minho.

Alguns voluntários recolheram o animal e falaram com a gerência que se recusou a ajudar porque a área onde estava a cadela pertencia alegadamente à Junta de Freguesia, pelo que não era responsabilidade do hotel ajudar. Juntamente com isto, fizeram comentários como ‘’Ninguém vem aqui num Sábado buscar o cão, isto é o Gerês’’ ou ‘’Eu sou a gerente e nem sequer sou de cá, não conheço nada disto e não tenho maneira nenhuma de o ajudar’’.

Entretanto posteriormente, os voluntários foram à junta de freguesia local que enviou uma veterinária e assumiu toda a responsabilidade e custos. Quando regressamos à entrada do hotel para ir buscar a cadelinha um dos gerentes dirigiu-se aos voluntários com uma agressividade inqualificável e ameaçadora. Referiu que estava ali para receber clientes e que não poderíamos estar à porta a ‘’fazer este tipo de alaridos’’, voltou a dizer que aquele espaço não era da sua responsabilidade e que se queríamos ser solidários ‘’já agora, levem convosco os 20 e tal gatos que andam por aqui’’, porque, como também nos foi dito, não são permitidos animais no hotel.



Estes comentários foram feitos com uma frieza e insensibilidade inadmissíveis, em nome do hotel ''Quinta do Lago'', que na sua página oficial se intitula como ‘’A excelência do Turismo de Natureza’’.


Ora, nem Parada de Bouro se localiza no Gerês, e como tal este hotel utiliza publicidade enganosa para os seus clientes e usurpa-se do valor de uma zona turística para se promover, nem o hotel atinge o mínimo da tal excelência do turismo de natureza.

O sítio deste estabelecimento turístico é este.



Assim, faço um apelo para que demonstrem o vosso descontentamento escrevendo para a gerência deste hotel (geral@quintalagodogeres.com ou utilizando esta ligação) e referindo que toda a vida merece respeito e que a atitude tomada pela gerência do hotel Quinta do Lago é inqualificável e altamente reprovável.

Imagens: Facebook

6 comentários:

Caobe disse...

Email enviado à Quinta do Lago

É realmente muito triste ler uma notícia assim e saber que uma empresa que se diz "considerada como referência de turismo de natureza", não preste os primeiros socorros a um animal ferido e que procurou refúgio às vossas portas, desta vez o instinto do animal errou.
Mais triste ainda é o facto de rapidamente e hipocritamente publicaram um comunicado no site da empresa tentando limpar o erro que cometeram.
Muito triste mesmo.

Joana Fonseca disse...

Eu escrevi assim:
"Sei que meio mundo só pensa em dinheiro mas quando descubro quais são, deixo de lhes dar o que tanto gostam.

Obrigada por desprezarem um animal e assim darem-se a conhecer!!!

A mim não me apanham ai!"

Unknown disse...

Que tristeza de pessoas que recusam ajuda a um animal ferido, mesmo à sua porta !
Onde está o coração dessas pessoas ?
Será que nunca pensaram que os animais são criaturas de Deus , que têm sofrimento e dôr como nós ?
Se estivesse no meu poder , lhes garanto que ninguém mais iria frequentar o vosso luxuoso Hotel!
Mas esperemos com paciência, porque O Universo é muito sábio e aquilo que semearmos . será aquilo que iremos colher !!!
Maria Saldanha

João Fernandes disse...


Gostava que reservassem alguma consideração pelas pessoas e animais que rodeiam a vossa exploração turística.
___________________

Boa tarde,

Obrigado por partilhar sua opinião que mereceu nossa melhor atenção.

Mais informamos que partilharemos toda informação assim que nos for possível, visto que está em via judicial por questões legais não o poderemos fazer neste momento.

Agradecemos desde já a vossa compreensão
Cumprimentos
Quinta Do Lago

Helena Sancho disse...

Ao Hotel Quinta do Lago do Gerês
Gostaria de juntar a minha voz aos muitos comentários que estou a ler sobre o comportamento indecente deste hotel. De facto deram-se a conhecer da pior forma e talvez seja melhor apresentarem um pedido de desculpas bem público, pois isto é mesmo uma vergonha.
Já agora aproveito para vincar que se trata dO HOTEL QUINTA DO LAGO NO GERÊS, já que de início pensei que fosse no Algarve, na Quinta do Lago e isso é mau para aquela zona.
É bom lembrar bem para não irmos aí, pelo menos por agora.
Quem maltrata animais é desprezível. Ninguém é obrigado a tê-los ou a amá-los, mas tem de os respeitar e a todos quantos os querem proteger.
Além disso, só o simples facto de presenciarmos a dor de um ser vivo, já tem de ser o suficiente para despertar a compaixão. Será que nem isso sentem?

Cumprimentos
Helena Sancho

Rui C. Barbosa disse...

Convém sublinhar que o hotel Quinta do Lago não está localizado no Gerês mas sim em Vieira do Minho.